Bill Gates e 5G são maiores alvos de fake news sobre COVID-19


A COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, está no centro de teorias da conspiração que estão tendo uma repercussão enorme na internet e na TV: Bill Gates, filantropo e cofundador da Microsoft, é o alvo mais popular. As fake news sobre o 5G vêm logo a seguir, e até motivaram ataques a torres de celular na Europa.

Bill Gates

Bill Gates em TED Talk de 2015

A empresa Zignal Labs fez uma análise dos posts em redes sociais e de programas de TV nos EUA entre fevereiro e abril. Teorias da conspiração sobre o coronavírus foram mencionadas 1,2 milhão de vezes envolvendo Bill Gates; e 900 mil vezes associando a COVID-19 às redes 5G. (Temos um especial sobre as teorias envolvendo o 5G.)

Só no Facebook, mais de 16 mil posts foram publicados este ano relacionando Gates ao coronavírus, segundo uma análise do New York Times; eles foram curtidos e comentados quase 900 mil vezes. No YouTube, os dez vídeos mais populares sobre o assunto foram vistos quase cinco milhões de vezes.

Teorias da conspiração sobre Bill Gates

As teorias da conspiração parecem ter começado em 21 de janeiro, com um YouTuber sugerindo que Gates tinha conhecimento prévio da pandemia, porque um instituto financiado pela Gates Foundation registrou a patente de uma vacina contra coronavírus. Ela não serve para o causador da COVID-19, e sim para uma doença que afeta aves.

Gates também é acusado de “já saber” sobre a pandemia porque, em 2015, ele apresentou uma palestra TED dizendo que não estávamos preparados para lidar com uma epidemia global:

Além disso, o bilionário é acusado de criar a COVID-19; de querer lucrar com uma vacina; e de usar a pandemia para implementar um sistema global de vigilância, ou até mesmo para impor um controle populacional.

Gates Foundation investe US$ 250 milhões contra COVID-19

Nas últimas semanas, Gates defendeu políticas de quarentena para reduzir o contágio e pediu que mais pessoas passem por testes de detecção do novo coronavírus. Ele também vem criticando decisões do presidente americano Donald Trump, como o corte de financiamento dos EUA à OMS (Organização Mundial da Saúde).

A Gates Foundation reservou US$ 250 milhões para esforços que visem diminuir a propagação do novo coronavírus. A entidade já financia sete vacinas contra a COVID-19, além de kits entregues pela Amazon para testar em casa se as pessoas estão infectadas.

Mark Suzman, executivo-chefe da Bill & Melinda Gates Foundation, diz ao NYT: “é lamentável que haja pessoas divulgando informações erradas quando todos nós deveríamos procurar maneiras de colaborar e salvar vidas”.

Bill Gates e 5G são maiores alvos de fake news sobre COVID-19




Fonte Felipe Ventura
Data da Publicação Original: 17 April 2020 | 7:57 pm


You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *